RINITE ALÉRGICA

O QUE É RINITE ALÉRGICA?

Rinite é uma doença inflamatória das mucosas de dentro do nariz. Pode ser alérgica ou não alérgica. 

A rinite alérgica é resultado da resposta exagerada do corpo ao contato com determinadas substâncias, que o organismo pode identificar como estranhas. Entre elas, destacam-se: ácaros existentes na poeira doméstica, pó, ácaros, pelos de animais, fungos, descamação de pele, mofo e pólen.

Em ambos os casos, os sintomas são bem parecidos.

SINTOMAS

• Irritação no nariz, na boca, nos olhos, na garganta, na pele ou em qualquer outra região

• Problemas com odores

• Coriza

Espirros

• Lacrimejamento nos olhos.

Alguns sintomas da rinite alérgica se apresentam após horas do contato com as substâncias que causam alergia:

Congestão nasal

Tosse

• Diminuição da audição e diminuição do olfato

Dor de garganta

• Olheiras

• Olhos inchados

• Cansaço e irritabilidade

• Dor de cabeça

DIAGNÓSTICO

É essencial ser avaliado por um médico OTORRINOLARINGOLOGISTA.

Através dos seus sintomas associado ao exame médico já é possível fazer o diagnóstico de rinite alérgica. 

A nasofibrolaringoscopia, um exame que avalia todas as estruturas de dento do nariz, pode auxiliar no diagnóstico.  

O teste de alergias revela ao que a pessoa tem alergia. Pode ser feito um teste na pele do paciente (prick test) ou exames especiais de coleta de sangue.

TRATAMENTO 

O tratamento dos pacientes portadores de rinite alérgica é composto por três pilares principais: higiene ambiental, medicamentos e imunoterapia.  

HIGIENE AMBIENTAL

• O ambiente onde a pessoa alérgica vive deve ser bem-ventilado, ensolarado e cuidadosamente limpo.

• Além dos ácaros, produtos de limpeza ou para desodorizar o ambiente, inseticidas, tintas com cheiro forte, perfumes, animais de estimação, fumaça de cigarro, poluentes são substâncias que podem funcionar como alérgenos e devem ser mantidos longe das pessoas alérgicas.

MEDICAMENTOS

• Anti-histamínicos (antialérgicos), descongestionantes nasais e corticosteroides são os medicamentos mais usados para tratar uma crise rinite alérgica.

• Nenhuma dessas drogas é isenta de efeitos colaterais adversos, eventualmente com graves conseqüências. Por isso, devem ser utilizadas somente quando prescritas por um médico e na dosagem recomendada. 

Imunoterapia:

• São as vacinas antialérgicas que podem ser aplicadas por meio de injeções ou gotas sublinguais, com quantidades controladas de substância para que o organismo deixe de ser hiper-reativo a ela.

• O objetivo é que, no passar do tempo, as crises se reduzam e a pessoa consiga até suspender as medicações.

• O tratamento é longo, geralmente 3 anos, porém quando feito corretamente, diminuí a sensibilidade do doente aos alérgenos.

Lembre-se de que prevenir é o melhor remédio. Não se automedique, nem siga as sugestões de curiosos. Ouça o que um médico especialista no assunto tem a dizer.