DESVIO DE SEPTO

O QUE É DESVIO DE SEPTO?

Septo nasal é uma parede constituída por osso e cartilagem que separa uma narina da outra. Quando ele está torto chama-se de desvio de septo nasal.

CAUSAS

O desvio de septo pode ser causado por um distúrbio genético ou manifestar-se na infância, durante o desenvolvimento dos ossos da face. Também pode resultar de processos inflamatórios, cirurgia ou após uma fratura no nariz.

SINTOMAS

· Obstrução nasal de grau variável

· Acumulo de secreção nas narinas

· Sinusite crônica

· Sangramentos

· Respiração pela boca

· Dificuldade para dormir

· Apneia do sono

· Roncos

· Cansaço

· Dores de cabeça e na face

Em caso de suspeita de desvio de septo, é importante ser avaliado por um médico OTORRINOLARINGOLOGISTA, que é especialista nessa área.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito por avaliação clínica através da consulta médica e do exame físico, porém é necessária avaliar toda a cavidade nasal com auxilio de exames.

A nasofibrocopia é uma mini-endoscopia nasal. Não é necessário anestesia e tão pouco fazer jejum para realizar o exame. Com ele avaliamos desde a entrada do nariz até o fundo, avaliando não só o septo nasal, mas também todas as estruturas do nariz.

Tomografia Computadorizada de seio paranasais pode ser necessária para avaliar alterações anatômicas da face associadas ao desvio de septo.

TRATAMENTO

O único tratamento realmente efetivo para o desvio de septo nasal é a cirurgia. Ela é indicada apenas para septo desviado que causa problemas respiratórios ou provoca sintomas incômodos.

Chamado de septoplastia, este procedimento só deve ser realizado a partir do fim da adolescência, quando o nariz já deixou de crescer. Na septoplastia retiram-se as áreas ósseas e cartilaginosas onde o septo encontra-se desviado, tornando-o mais centrado possível.

Durante a cirurgia o médico faz uso de um pequeno aparelho com uma câmera para analisar melhor as estruturas nasais para tornar o procedimento menos invasivo possível.

A cirurgia dura em média 2 horas e a pessoa pode ter alta no mesmo dia, dependendo da hora que foi feita a cirurgia, ou no dia seguinte.

Algumas vezes essa cirurgia é feita juntamente a outros procedimentos:

· Turbinectomia inferior, que visa melhorar a passagem do ar naqueles pacientes que apresentam um aumento dos cornetos nasais inferiores, estruturas nasais responsáveis por filtrar o ar que respiramos.

· Cirurgia da sinusite, que pode estar associada ao desvio de septo nasal

· Adenoidectomia, é cirurgia para a retirada da adenoide, popularmente conhecida como carne esponjosa.

CUIDADOS APÓS A CIRURGIA:

A recuperação da cirurgia para desvio do septo nasal demora cerca de 7 a 10 dias e durante esse período é importante tomar alguns cuidados, como evitar a exposição ao calor excessivo, evitar exercício físico, fazer lavagem nasal com soro fisiológico e usar antibióticos recomendados pelo médico.

Em geral, os resultados são muito bem sucedidos.